Páginas

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Aguente Firme

 “... Se não desanimarmos,colheremos no tempo certo” Gl 6.9

          Por que não vemos certas promessas de Deus se cumprirem em nossas vidas ? porque nos descuidamos de várias formas ao longo processo de espera de seu cumprimento. Cada qual se conhece melhor do que ninguém e sabe que dentro da nossa fragilidade e pequenez humana,sempre acabamos nos descuidando de andar retamente no caminho de Deus,porque consideramos na maioria das vezes desimportantes esse cuidados,queremos mais é viver o momento ! Como Deus então pode a nós confiar os bens que jamais passam e as suas promessas se a ele não somos fiéis ? lembra-te da parábola do administrador infiel, “quem  é fiel nas pequenas coisas,também é fiel nas grandes !” (Lc 16.10) . É no processo de alcançar as graças e promessas de Deus que ficamos desanimados e desistimos. O sucesso em qualquer empreendimento que seja,está em agüentar firme,mesmo quando os outros desistem. Acontece que nós não temos paciência e muitas vezes não confiamos em Deus. Sempre queremos gratificação instantânea e se não a temos ,abandonamos nosso emprego,nossa igreja,nossos ideais,nossos bons propósitos,os projetos que Deus tem para nossa vida,nossa família,e as vezes até mesmo abandonamos nossa vida. Há um processo que como cristãos precisamos passar independente de nosso nível de fé,não existem atalhos, lembre-se e tenha em mente as palavras de Jesus “se perseguiram a mim perseguirão também a vós” (Jo 15. 20). Até mesmo o cristo,nosso Deus e senhor,enquanto homem,viveu em tudo na condição humana,e inclusive foi tentado no deserto,quanto mais a nós ,pecadores por natureza,humanos e frágeis não passaremos por dificuldades. Mas estas dificuldades tem que ser transformadas em motivações para nossa vida,pois aquele que espera no senhor não será confundido  Sl 24(25)3. 
          A perseverança é a etiqueta de preço da realização em Deus. “...Se não desistirmos,colheremos no tempo certo.” Gl 6.9

Por que acendemos velas ? O que isso significa ?

          O fogo e a luz são símbolos da vida,significam vida. Quando vemos fumaça da chaminé ou a janela iluminada,já concluímos que naquela casa existe vida.
          Jesus disse “Quando acendemos uma vela,colocamos,não debaixo de uma vasilha,e sim num candeeiro,onde ela brilha para todos que estão na casa.” (Mt 5.14-16). Jesus falava exatamente do testemunho e da luz da fé,comparando-as com uma luz,com uma vela acesa no candeeiro. Aquele que vive (testemunha ) sua fé,brilha como luz. Aquele que evita o mal e procura praticar o bem por amor de Deus,esse ilumina os outros. Quem não se esforça por evitar o mal,vive na escuridão e espalha escuridão. A vela para nós católicos como já dito,é um símbolo,ela como um sinal na nossa vida cristã nos transmite a idéia de que queremos viver na luz,como filhos da luz,e longe das trevas.Simboliza também a fé,pois assim como o vento apaga a chama da vela,o pecado e a desobediência a Deus,por meio das obras de satanás, apagam a graça de Deus em nossa vida, além disso tem vários outros sentidos e significados,nos mostra por exemplo que devemos ser luz para os outros cristãos pois a vela apagada ou escondida de nada serve para os outros,e é assim que devemos ser para aqueles que estão ao nosso redor,como velas acesas, como dizia Jesus nos versículos que conferimos acima. Ela também nos lembra que devemos ser cristãos sempre alertas e vigilantes.
Velas nos túmulos
          Quando acendemos uma vela sobre a sepultura de alguém,isso significa que a pessoa ali sepultada tinha fé,vivia sua fé,irradiava luz para os outros como um bom cristão com seu testemunho e suas boas obras. Significa também a esperança de vida eterna,e a amizade e prontidão daqueles que ficam.E como a fé é vida em Deus,a vela acesa sobre o túmulo de alguém significa também a presença de Deus.
          Já se viu que é um absurdo acender velas sobre o túmulo de um ateu ou de uma pessoa sem fé. Se a pessoa tinha fé e não praticava o bem ,a vela acesa sobre o túmulo não passa de uma mentira,pois está significando uma coisa que não existiu.
Velas nas igrejas
          Jesus disse “Onde houver dois ou mais reunidos em meu nome eu estou no meio deles” Mt 18.20 Por isso toda vez que nos reunimos numa igreja,na capela ou em casa para levantar o pensamento a Deus,começamos por acender as velas,para significar a fé daqueles que ali estão,e significar a presença de Deus em nossa vida e sobretudo a presença de Deus naquela oração.
           Na noite de sábado santo,quando o padre acende aquela vela grande,ela significa a ressurreição de Jesus,isto é a nova vida de cristo e sua presença no meio do povo e da igreja. Quando se batiza uma criança,para significar que o batismo comunica vida de fé e a presença de Deus na vida e alma da criança,acende-se uma vela. Enfim nas diversas celebrações religiosas, as velas acesas significam a expressão da vida de fé daqueles que rezam e a presença de Deus entre nós.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Momentos decisivos

“...escolhei hoje a quem sirvais...” Js 24.15

          Foi um momento decisivo quando Josué disse a Israel : “ ... escolhei hoje a quem sirvais... porém eu e minha casa serviremos ao senhor Javé!” Js 24.15. Primeiramente,em nossa vida,os momentos decisivos,nos mostram quem realmente somos e o que realmente queremos. Momentos decisivos geralmente acontecem de repente e em tempos de crise. É quando precisamos enfrentar um fracasso pessoal,ou assumir uma posição impopular.Quando é necessário sofrer sem reclamar,perdoar ou fazer uma escolha difícil. Às vezes,os momentos decisivos acontecem quando não os conhecemos. Só mais tarde,quando olhamos para trás,entendemos sua importância. Seja como for eles definem quem somos. Em segundo lugar, os momentos decisivos mostram aos outros aquilo que realmente somos,é a hora que as máscaras caem por terra.A maior parte do tempo podemos usar uma máscara,mas quando surgem um momento decisivo,não podemos adiar nossa decisão.O que quer que esteja realmente dentro de nós é revelado a todos.Em terceiro lugar os momentos decisivos determinam quem nos tornaremos. Você nuca será o mesmo depois de um momento decisivo, pois ele é como uma encruzilhada em nossas vidas nos dão oportunidades de voltarmos atrás ou de mudarmos para qualquer direção,para procurar um novo rumo,ele nos apresenta opções e oportunidades,e nesses momentos é preciso escolher. E a escolha definirá quem somos. Jesus nos disse : “ficai atentos pois não sabeis nem o dia nem a hora” Mt 25.13 por isso se faz necessário para nós cristãos, o quanto antes nos decidirmos em optar por Jesus, e que para nós a cada dia ,e a cada amanhecer ,possamos entregar nossa vida e nosso dia nas mãos do criador,permitindo que ele possa entrar na nossa vida, pois o sofrimento da cruz foi para nos livrar a todos da corrupção do pecado e da morte. Jesus nos lavou com seus sangue, por isso que nós possamos nos esvaziar de todos os valores que se põe a frente de nossa caminhada de cristãos em busca da santidade,nascendo a cada dia novas pessoas dispostas a conversão,para que possamos dizer como Josué “eu e minha casa serviremos ao Senhor.” Decida-se hoje mesmo por Jesus e transforme sua vida ! ... Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo (Ap 3.20)

A Moral Católica

    
          Para falar-se de moral,em particular para nós católicos,antes de tudo é necessário falar-se da realização humana,que dependem em grande parte das DECISÕES LIVRES e responsáveis das pessoas nelas implicadas.A partir da realidade humana surgem ,quer queira ou não, instâncias normativas,de onde nasce a moral,que procura formar um paralelo das realizações humanas com a consciência moral. Em outras palavras é a forma pela qual os homens tornam-se crescentemente santos e justos pelas obras,ou seja,o progresso espiritual com a cooperação do homem e a vontade divina. A moral é o conjunto das normas que tem como objetivo a perseverança dos homens na justiça. Por isto podemos falar também sobre uma moral cristã,mais especifica,ou seja uma moral católica baseada na reta razão como conteúdo da justiça,pois o justo é igual ao santo.
          A Teologia Moral é a ciência que se ocupa do estudo sistemático dos princípios éticos da doutrina sobrenatural revelada. Ela constrói sua fundamentação e codificação a partir do seu próprio conjunto de valores configurados de acordo com a revelação cristã.
          A moral católica tem como fontes o uso do argumento racional,a relação entre Bíblia,Tradição-Magistério e conhecimento teológico moral,buscando sempre a coerência interna ao conhecimento da teologia,tendo como valor moral supremo a vida Humana em busca de sua realização.
          Os mandamentos de Deus fazem parte da doutrina sobrenatural revelada; São por conseguinte,as normas morais que constituem a base sólida,o fundamento seguro,da doutrina e moral da igreja católica. Um dos grandes desafios para a igreja é ajudar a sociedade e de forma particularmente os cristãos católicos a compreenderem o verdadeiro sentido da lei moral,ou seja,da Moral Católica,para a vida social,pois a desinformação e a incompreensão podem suscitar nas pessoas a indiferença e em certas situações rejeição da Moral Católica. Percebemos que a maioria dos católicos não conhece a sua igreja,a sua essência,e nem os documentos oficiais pertencentes a ela, e o que sabem tem como fonte interpretações da mídia que em sua maioria, quase em sua totalidade apresentam uma análise tendenciosa e falha,destacando somente o que interessa,fazendo maquinações contra a igreja,confundindo as coisas,o que gera polêmica e é de interesse econômico claro.

Confessar-se a um homem como eu ? Por quê?

          
           É impressionante a reação adversa dos protestantes, das diversas igrejas, seitas, e esquinas com a confissão, diante de tal espanto eu fico sem entender o porque. Vivem nas suas igrejas dizendo Aleluia e glória a Deus,e ás vezes,contam os “testemunhos”,contam muitas vezes publicamente,para crianças jovens e adultos escutarem os pecados que cometeram no passando antes de “aceitar Jesus”. Pois bem isto não é confissão ?
          Caríssimos,na igreja primitiva as confissões eram feitas publicamente,mas viram que não era bom; você adulterou ou matou alguém,cometeu um crime e vai publicar seus pecados a todos,será que todos são maduros para isto ? ou será se tudo não irá parar na internet e nos jornais ? São Paulo fala que quem dominar a língua, dominará o corpo todo. Pergunto-lhe,será que todos tem maturidade para acreditar na sua conversão,no seu arrependimento? Nem sempre.
          Em Tiago 5,16 ( Confessai os vossos pecados uns aos outros,e orai uns pelos outros para serdes curados. A oração do justo tem grande eficácia.) Diz que pode obter-se a cura confessando os seus pecados. E o próprio Jesus dá ordens claras aos seus sucessores pra perdoar os pecados assim como ele fez. Mas quem,além de Deus,pode perdoar os pecados ? Em Mt 9,1-2, é narrado a cura de um paralítico,Jesus desafia e prova que pode perdoar os pecados,mesmo enquanto homem, não só enquanto Deus. Podendo ele fazer isso com sua própria autoridade, podia também passar este poder a outros homens e assim ele mesmo fez ( Jo 20, 21-23). Depois de ter ressuscitado mostrando-se aos seus apóstolos ele diz “ A paz esteja com convosco,como o pai me enviou assim também eu vos envio... recebei o espírito santo. A quem perdoardes os pecados,os pecados lhes serão perdoados,àqueles a quem os retiverem,lhes serão retidos.

          Absolutamente ninguém pode perdoar os pecados senão Deus e aqueles a quem ele conferiu e transmitiu esse poder. Nós sabemos que toda Graça vem de Deus.Somos apenas canais; você acha que o padre tem poder de transformar pão e vinho em corpo e sangue do senhor se o espírito santo não interviesse? Maria teria poder de dar a luz virgem ao filho de Deus se não fosse o espírito santo ? assim é na confissão. O padre enquanto homem e imitador de cristo como exorta são Paulo (se é imitador deve fazer o que ele fazia não ? e o próprio cristo não enviou seus discípulos e disse que fizesse o mesmo que ele ?) é revestido da graça do espírito santo e pode perdoar os pecados,porque Jesus permitiu à igreja ,personificada nos apóstolos este poder. O fato de o padre perdoar os pecados não o faz melhor que os outros e nem o torna santo, todos somos pecadores,mas nenhum pecado tira a graça de um homem que assume o sacerdócio.

Se Recupere do Fracasso

"...o pecado está a junto a tua porta,como fera acuada,espreitando você. Mas tu o deverás dominá-la."  Gn4.7


            Aventura de uma Noite de prazer entre Davi e Betsabéia 2 Sm 11.2-5,foi aos poucos se transformando em uma destruição a longo prazo. No Salmo 32 lemos sobre os efeitos do pecado sobre Davi.Depois ele sentiu culpa,vergonha e até sintomas físicos por não querer confessá-los a Deus.Mas a Historia de Davi não termina aí. Depois de ser confrontado com o profeta Natã ele se arrependeu. Após um ano escondendo o seu pecado,Davi caiu em si,e procurou confessar o seu pecado,buscando a Deus,manifestando seu arrependimento e buscando a conversão. É assim que devemos fazer. Quando o cristão teme a Deus,a coisa mais triste e angustiante que pode acontecer é pecar,ofendendo a Deus e o desobedecendo,a alma e o coração ficam tomados pela sombra,pela dor,e pela culpa, a consciência pesa. Para recuperar-se do fracasso basta fazer como Davi, arrepender-se desejar a conversão sincera do coração.
           E Deus é tão bom e misericordioso que a palavra nos revela que ele nos perdoa e dos nossos pecados não se lembra, (cf. Jr 31:34 e Is 43 : 24-25) Deus é como um pai de família bondoso, que mesmo tendo filhos tão ruins que as vezes o desrespeita,lhe traz tristezas,lhe dá “desgostos”,acaba no fim esquecendo de tudo isso e o amor e ternura tomam conta dos dois, se você já viu desses casos no cotidiano de suas vidas,lembre-se : o amor de Deus é muito maior do que o destes. 
          Assim como Davi,arrependa-se e busque a face de Deus e o seu perdão. Mas como?? é simples... Através do sacramento da confissão ! arrependa-se,crie o desejo de não querer mais pecar para que a confissão seja pura, esse é o primeiro passo para a conversão. Confesse seu pecado,e tenha a certeza que Deus te perdoou através da absolvição que o sacerdote te deu,pois para isso Deus o conferiu ( Jo 20. 22-23). Você verá que a alegria de confessar,de estar limpo diante de Deus, é muito maior que qualquer prazer carnal desta vida,sentir a alma e a consciência livre, e não mais como Davi com o peso sobre ele dia e noite e seus ossos se consumindo, mas sim, sentir-se livre para ser feliz,amar a Deus e o bendizer sempre.
          Arrependimento genuíno significa reconhecer antes de tudo que seu pecado é uma afronta a Deus e que alguém que se arrepende genuinamente não dá desculpas ou fica justificando o pecado,mas sim diz : “este é o meu pecado,este é o meu problema,eu não precisava ter cedido,mas optei por fazê-lo,minha culpa,minha tão grande culpa.” Eis por onde começar !

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

13/12 - DOM ODELIR É ORDENADO E TOMA POSSE DA DIOCESE DE SOBRAL



Realizada , 12 de dezembro, a Ordenação Episcopal do 6º Bispo Diocesano de Sobral, Dom Odelir José Magri, em solene liturgia presidida por Dom Lorenzo Baldisseri, núncio Apostólico no Brasil, na Cidade de Sobral-CE.
O bispo eleito deixou a cúria diocesana, em carro aberto, por volta de 18 horas em direção à Sé Catedral de Nossa Senhora da Conceição, onde foi acolhido pelo administrador diocesano, Pe. Nonato Timbó: "Nossa Igreja diocesana encontra-se em festa. Hoje estamos acolhendo nosso sexto bispo diocesano nomeado para esta igreja. Monsenhor Odelir José Magri foi nomeado pelo Papa Bento XVI para ser nosso pastor e é com o coração alegre e festivo que nós, hoje, nos reunimos nesta praça em frente a igreja mãe de nossa Diocese", disse o Pe. Nonato.
Autoridades constituídas, estaduais e municipais também fizeram uso da palavra. O governador do Ceará lembrou sua participação na posse dos três últimos bispos de Sobral e fez memória da importância eclesial e social do pastoreio de Dom José da Frota, primeiro bispo, muito bem sucedido pelos outros bispos, incluído a importância dos dois últimos, Dom Aldo Pagoto (hoje arcebispo de João Pessoa) e Dom Fernando Saburido (hoje arcebispo de Olinda e Recife). Lembrou a presença da Igreja Católica como uma forte liderança na região, fazendo votos de que sob o governo de seu novo pastor, continue a semear os valores cristãos, no coração das pessoas. Por fim, deu as boas vindas ao novo bispo e colocou seu governo à disposição da Diocese, afirmando ser do seu interesse trabalhar pela região de Sobral por ser sua terra natal.
Com a decisão de realizarem a liturgia no interior da igreja mãe, a cerimônia religiosa só teve início por volta das 20 horas. Isso, porque as chuvas impediram que a ordenação e posse ocorresse no pátio externo da Catedral, como estava previsto.
O Ordenante Principal foi Dom Lorenzo Baldisseri e Co-ordenantes: Dom José Antônio Aparecido Tosi Marques (Arcebispo Metropolitano de Fortaleza) e Dom Aldo Gerna, (missionário comboniano, bispo emérito de São Mateus, ES). Além destes, estavam presentes os bispos do Regional NE1, Ceará, entre os quais o nosso bispo Dom Fernando Panico.
Logo no início foram apresentadas e lidas as “Letras Apostólicas” a carta enviada pelo Papa Bento nomeando e autorizando a ordenação e posse do bispo. Nas palavras de Dom Lorenzo Baldisseri a presença de tantos fiéis da Diocese de outras diocese, já significa “uma súplica ao todo poderoso, transforma em prece o desejo de que o novo pastor de sobral possa desempenhar com verdadeiro espírito de amor e dedicação sua missão de santificar, reger, ensinar esse povo de Deus... Eis que envio o meu mensageiro diante de ti. São palavras de Mateus que nos levam a considerar... o ministério que vai ser desempenhado na Igreja confiado a este querido irmão... O espírito soberano forma os bispos ministros revestidos da força do Pai que governa e guia, e seu múnus pastoral é participação na missão e consagração de Cristo. O teu lema episcopal, “venite pos me”, segue-me, lembra o mandato de Cristo dirigido aos seus eleitos à beira do mar da Galiléia... e hoje convida para aquela outra grande pesca de almas que te espera como sucessor dos apóstolos... pelos quatro cantos da Diocese. Te convido... a amar com amor de pai e de irmão aqueles que Deus te confiou especialmente os presbíteros e os diáconos, teus colaboradores no serviço de Cristo, e também os pobre e doentes... mostra um zelo incansável pelos que ainda não pertencem ao rebanho de Cristo, zela por todo o rebanho dos fiéis cujo serviço te coloca o Espírito Santo...” – disse o núncio na homilia.
Depois da ordenação constituída pela imposição das mãos feita pelo ordenante principal e por todos os bispos presentes, a unção com o óleo do Crisma na cabeça, a entrega do Evangeliário, do anel, da mitra e do báculo, símbolo do pastoreio, o núncio deu posse a Dom Odelir convidando-o a sentar na cátedra, e presidir a liturgia eucarística.
Ao final Dom Odelir, emocionado, agradeceu a presença dos seus predecessores, Dom Aldo Pagoto e Dom Fernando Saburido, do Arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio, e dos demais bispos. Agradeceu aos que vieram da sua cidade natal, da Itália, da França, do Congo, em especial seus irmãos combonianos. Saudou às caravanas que vieram das paróquias e lembrou os padres doentes, citando os seus nomes: “...a vossa presença é um sinal de força, um sinal de comunhão, um sinal de que somos igreja missionária... venho para fazer parte de uma diocese que tem 95 anos de história, um potencialidade cultural e espiritual enorme, venho como um pequeno grão de areia para somar, para dar continuidade às coisas boas que aqui foram iniciadas. ...quero repetir aqui as palavras de São Daniel Combone: ‘venho para o meio de vós para nunca mais deixar de ser vosso, as vossas alegrias serão as minhas e as vossas dores serão também as minhas, venho para fazer causa comum com vocês especialmente com os mais pobres e abandonados’. Peço a Jesus a graça de ser um pastor segundo o seu coração, pela intercessão da Imaculada conceição de Maria, padroeira da Diocese, de São Daniel Combone, apóstolo e missionário da África, de N. Sra. Aparecida, padroeira do Brasil, da Virgem de Guadalupe, padroeira da América Latina e do Pe. Ibiapina, filho desta terra e peregrino da caridade.” – concluiu.
Pascom
fonte diocese de crato

Nalta e Vocação


          É chagada a hora do natal ! Linda festa cristã que invade nossos corações e nos enche do sentimento de amor,união e caridade.
          As vezes eu paro,e fico olhando o mundo que me cerca,e meus olhos tentam sempre querer ver mais além daquilo que minha visão superficial pode contemplar. Quanta gente passando fome,frio e desamparo neste natal,falta tudo, falta vida,e cada vez mais o pão e a justiça que Jesus pregou nos demora,porque o poder quer devorar tudo; De um lado,o dinheiro as compras,o peru e o papai-noel vai tomando lugar na nossa vida,e no nosso coração, e fico olhando o contraste da ilusão do natal que hoje nos é imposto,natal este que cada vez mais vai perdendo seu sentido de partilha,de solidariedade e do verdadeiro nascimento de cristo nos nossos corações.
          É dentro dessa perspectiva que convido a cada um de nós,vocacionados a renovar nosso sim,diante da situação e da realidade que enfrentamos,pois,somente a confiança total em DEUS e a entrega de nosso ser,de nossa vivência,e do nosso desejo de mundo melhor,é que nos fará vencer a dominação nas várias esferas da nossa vida cristã,que nos fará colocar nossas vontades a parte,para colocar as de Deus em ação. É tempo de retirar-se e refletir melhor nossa vida vivência e vocação,e o sentido que encontramos ao lado de Deus,ao lado do seu altar,seja na vida religiosa,consagrada,sacerdócio ou leigos.
          Que Deus realmente possa nos fazer contagiantes com tudo aquilo que há de bom dentro de nós,e não com o que não vem de Deus !a exemplo de Maria nossa mãezinha amada,iremos a cada dia renovar este sim. Recordamos neste momento a encarnação e nascimento de Jesus,isso remete para nós este grande sim de nossa Senhora ao plano de Deus. que Maria seja nosso modelo na nossa caminhada de imitadores de cristo

Júnior Peixoto

sábado, 18 de dezembro de 2010

Reconhecer o Milagre nas coisas minimas

          
          O mundo em que vivemos,nos força a cada instante a buscar mais e mais realidades palpáveis,concretas e exatas,segurança em nosso próprio orgulho,e nas nossas próprias obras. E vamos nos esquecendo dos bens mais essenciais e mínimos,pequeninos para os nosso olhos,e considerados banais pela maioria das pessoas. Estes bens a que tanto desprezamos são os que chamo de verdadeiros milagres de Deus em nossas vidas e que se realizam bem diante de nós a cada instante e a cada dia. Estes bens somente é Deus que nos pode confiar e nos distribui gratuitamente. E Diante de tantas inovações,diante de tantas maravilhas e obras humanas,fica realmente difícil,inclinar o pensamento a Deus e parar um momento, agradecendo por cada belo amanhecer,do lindo sol que todos os dias Deus faz levantar sobre nossas cabeças,do ar que enchem nossos pulmões involuntariamente enquanto dormimos,agradecer por uma linda manha, a brisa suave que faz as folhas das arvores balançarem,e os pequenos botões que aos poucos vai abrindo-se em flor, agradecer pela vida em si,as batidas do teu coração,o pão de cada dia,os nossos cinco sentidos que nos fazem perceber o mundo em nossa volta... todos estes pequenos detalhes são os verdadeiros milagres de Deus que acontecem diante dos olhos de quem não os percebe, nãos os abraça ou não os ver ! E é dentro dessa dimensão que me afirmo,me asseguro,e digo pra mim mesmo : como é bom ser feliz,viver a alegria de ser cristão,sentir que tem um Deus cuidando de mim,zelando do meu repouso,enquanto prepara para mim um dia lindo,que nos vem nestes mínimos milagres,e que a minha vista tornam-se tão grandes. Que Deus sempre possa te fazer levantar os olhos e contemplar no horizonte a beleza da nossa existência  vocacionada à santidade,peço a Deus que neste natal possa restaurar nossos corações para a vinda de Jesus que precisa nascer em nós,que tudo aquilo que não agrada a Deus possa dar lugar ao cristo neste momento tão lindo que celebramos!
senhor restaura nossas forças,e a beleza da tua santidade em nós !

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Tomando decisões importantes

“O senhor torna firme os passos do homem...” Sl 37.23

          Para tomarmos certas decisões em nossas vidas, à luz da palavra de Deus,na dimensão cristã em que vivemos e na nossa condição humana,que necessita cada vez mais de Deus para caminhar,é necessário observar considerações importantes.
          Uma delas é  ter cuidado com a pressão que as pessoas podem tentar exercer sobre nós.Ao enfrentar 30.000 carros de filisteus,sem poder contar com o profeta Samuel que não estava por perto para oferecer o sacrifício exigido a Deus garantindo sua vitória,o rei Saul decidiu usurpar o cargo do profeta e oferecer o seu próprio sacrifício.Quando Samuel apareceu uma semana depois e pediu uma explicação,Saul respondeu : “Eu disse comigo : agora descerão os filisteus contra mim... senti-me forçado pelas circunstancias...” 1Sm 13.12. Ele cedeu as pressões externas,e Samuel disse : “Procedestes insensatamente... já agora não subsistirá o teu reino 1 Sm 13.13-14.  A vontade de Deus deve ser feita da maneira de Deus . Um ponto muito importante é saber a hora certa de cada coisa,pois Deus diz “Eis que tenho colocado diante de ti uma porta aberta,que ninguém consegue fechar. (Ap 3.8). E por ultimo lembre-se do principio de contenção e liberação. Paulo e Timóteo tentaram ir a duas cidades diferentes,... “mas o espírito santo não os permitiu” (At 16.6-7) Você já tentou ensinar um adolescente a dirigir ? qual a primeira coisa que você ensina ? acelerar ou a frear ?  a frear ! se ele não estiver interessado,pegue a chave do carro de volta,porque certamente ele não estar pronto para dirigir.À medida que você conhece melhor a Deus,descobre que Ele opera segundo o principio de “contenção e liberação” : o freio e o acelerador. É assim que as coisas funcionam quando os seus passos são dirigidos por Deus.

Um tempo a sós com Deus


"Quando estavam a sós,Ele explicava todas as coisas aos seus discípulos." Mc 4.34

          Uma pesquisa recente confirma que o estresse está aumentando porque o trabalho invade cada vez mais o que deveria ser nosso tempo livre.A era eletrônica,não arrefeceu a avalanche de correspondências,memorandos,livros e periódicos que precisamos ler para nos mantermos em dia.Uma consultora de relações públicas que envia 400 emails,dá 100 telefonemas,e manda umas 20 mensagens de texto por dia,mora hoje atrás de uma montanha,porque lá não existe sinal de telefone,e diz que se algum dia colocaremum poste de transmissão de telefonia movel ela pretende se mudar !

 
É crucial programar um tempo para Deus,a sós,do contrário nunca o teremos.Marcos diz: "Quando estavam a sós,Ele explicava todas as coisas aos seus discípulos." Existem coisas que o senhor só revelará a você,somente quando você “meditar em seu coração... e ficar parado” (Sl 4.4) Entre muitos cristãos hoje,existe uma lógica estranha que pode-se encontar renovação e recursos espirituais,frequentando mais missas,mais grupos de oração,ouvindo mais música,reunindo-se para trocar opniões sobre as quais pensou muito pouco. Caimos na armadilha que Deus fica satisfeito quando ampliamos nossas informaçoes,programaçoes etc. e nosso relacionamento intimo com o senhor ??? Desligamento significa silêncio diante de Deus,um tempo de conversa celestial o qual ouvimos mais que falamos. Silencio Requer solidão
 
Is 51.3
Porque o SENHOR consolará a Sião; consolará a todos os seus lugares assolados, e fará o seu deserto como o Éden, e a sua solidão como o jardim do SENHOR; gozo e alegria se achará nela, ação de graças, e voz de melodia.

Bíblia Tradição e Magistério

          
          Três verdades que se completam como um tripé. Cada uma por si mesma tem uma característica especifica,mas as três dependem uma da outra. Os protestantes afirmam que só a bíblia basta. A bíblia é só o escrito. Será que realmente vamos pensar que no tempo dos homens das cavernas,que não sabiam ler nem mesmo escrever,já existiam computadores? Isso é muita ignorância. Os escritos foram chegando aos poucos : os pergaminhos,os papiros,os códices etc. Mas,antes disso,os relatos eram passados oralmente  de pai para filho,e a essa transmissão oral nós chamamos tradição.
          Alguns exemplos para ajudar nessa compreensão  do que é a tradição : Um Frei chamado Pascoal foi convidado pelo Rabino de Jerusalém para ir ao aeroporto de Tel Aviv recepcionar um ministro da Itália que estava indo com sua esposa a Jerusalém. Chegando ao aeroporto, o ministro estendeu a mão para o rabino,o saudou e o beijou. Em seguida, a esposa do ministro fez o mesmo,o rabino recusou a tocar a mulher,pois ficaria impuro. Voltemos a 2000 anos atrás : lembremos do acontecimento lá em cafarnaum, quando Jesus dá a mão á sogra de Pedro e todos ficam escandalizados,porque ele não poderia tocar uma mulher que não fosse sua.
          A tradição para os Judeus é muito diferente do que para nós. Quando eu era criança, os meus pais falavam que meus avós não permitiam que eles namorassem pegando na mão um do outro,e um beijo de jeito nenhum ! Claro que hoje já não é mais assim. Mas os Judeus ainda vivem a tradição ao pé da letra ! não ?



          E quanto ao magistério da igreja ? o que ele tem haver com tudo isso ?  o magistério se encarrega de garantir a interpretação correta das escrituras e essa verdade chega garantida e vivida (de Jesus,os apóstolos,toda vivência e existência da igreja até nós ) da maneira certa.  O magistério não é responsável por dizer o que é e o que não é verdade na bíblia,como se ali existissem inverdades. Tudo que está na bíblia é a palavra de Deus e verdade de Deus.Porém,não podemos interpretá-la de qualquer jeito,e nem ao pé da letra,porque podemos passar pelo ridículo. Um exemplo disso é, por exemplo: quando hoje falamos “aquele rapaz é um gato” ou “aquela moça é uma melancia”, o que você entende por isso ? hoje, entende-se que essas pessoas são bonitas,bem feitas de corpo. Mas daqui a 200 anos ? quando alguém pegar um cartão ou foto que tenha uma moça chamando um rapaz de gato,a pessoa vai se escandalizar. Imaginemos que estejamos passeando numa pracinha e entre nós está um mineiro que diz “ lá vem um trem”. Todo mundo vai correr,embora esse trem possa ser um pipoqueiro,ou uma mulher feia,um sorveteiro, que não vai passar por cima de ninguém.
          Se a linguagem coloquial precisa ser corretamente interpretada para ser bem compreendida, depois de cem anos,por exemplo, que dizer então das sagradas escrituras ? Lembrando que alguns livros da bíblia foram escritos a mais de três mil anos!
          Nós vemos hoje meus amados irmãos,são mais de 40.000 igrejas e seitas protestantes.cada uma diz uma coisa diferente da outra, usando a mesma bíblia ou bíblias diferentes, mas mesmo assim todos de bíblias na mão. Você imagina agora se nossa igreja não tivesse o magistério ? cada paróquia ou mesmo diocese iam se tornar uma igrejazinha a parte,cada uma dizendo uma coisa diferente e confundindo a verdade revelada na palavra de Deus ! Em I coríntios 11,2 diz : ( Eu vos felicito,porque em tudo vos lembrais de mim,e guardais as minhas instruções,tais como eu vo-las transmiti.)



          Em resumo a tradição inicia-se em Gêneses. Os relatos da criação, bem como as histórias, de Noé,Abraão,Etc.,foram inicialmente transmitidas pela tradição,isto é,oralmente,de pai para filho.Também Moisés recebeu a palavra da aliança oralmente; só depois dele os primeiros livros guardados na arca são confiados aos sacerdotes Aarão e seus filhos. O próprio Jesus não escreveu e nem mandou escrever nada tudo foi transmitido oralmente até que foram escrito os evangelhos. Em Mt 28,18-20 (Mas Jesus aproximando-se lhes disse : Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide,pois e ensinai a todas as nações;batizando-as em nome do PAI do FILHO e do ESPIRITO SANTO. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi.Eis que estou convosco todos os dias,até o fim do mundo.) Ele disse : “Ide por todo mundo e ensinai a todos os povos o que eu mandei”. Nessa dimensão fica claro,a confirmação da tradição e do magistério conferido à igreja

Em Defesa da nossa fé!

          Enquanto cristão católico, sempre estive muito preocupado quanto a formação de muitos daqueles que se dizem católicos.
          O objetivo do meu blog, além de ser um espaço para transmitir a boa nova de cristo e difundir a nossa fé cristã e universal (católica), assim também como o deste tópico, não é de atacar, e muito menos criticar religião de ninguém, mas sim, na tentativa de poder instruir,e esclarecer o nosso povo católico a conhecer sua religião e estar pronto quando outras pessoas, com doutrinas e ensinamentos errôneos baterem a sua porta a fim de conseguir mais adeptos ao proselitismo de suas tantas igrejas espalhadas a cada esquina e a cada galpão, pregando uma teologia de prosperidade e riqueza de bens materiais e esquecendo-se do bem maior que as traças não corroem,que é o tesouro que tentamos ajuntar no reino dos céus, reduzindo nosso supremo Deus a um simples remédio de farmácia para os fracassos humanos,para os problemas financeiros e amorosos.
          Esteja pronto caríssimo amigo, para defender sua religião, e permanecer perseverante firme e forte, eliminando o mal pela raiz. E encerrando minhas breves palavras, boa leitura, tire suas dúvidas e lembre-se do que o profeta Oséias já nos dizia: “o meu povo se perde por falta de conhecimento...” (Os 4,6)

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Venha e participe: Grande Seresta!

Divulgando grande seresta em prol da minha paróquia ! participem

A Paróquia de Santa Teresa de Jesus, tem a honra de convidar vossa Senhoria, para grande Seresta em prol da reforma da Igreja Matriz, que será realizada neste dia 23 de Dezembro do corrente ano 2010.
Local: Quadra do Poliesportivo, aparti das 22:00hs.
Convide a sua família, e venha participar desta grande festa beneficente. Custo da mesa R$30,00, e individual R$ 10,00.
Sua presença será nossa grande alegria. Te aguardamos.
Atenciosamente,

Coordenação da Festa.

fonte : Paroquia Santa Teresa de Jesus Altaneira
http://paroquiaaltaneira.blogspot.com